quinta-feira, maio 29, 2014

OS SERES MAIS MÁGICOS [+14 anos]



    — Papá, quais são os seres mais sábios do mundo?
    O pai ficou um momento a pensar. 
    — Os seres humanos.
    — E os mais mágicos?
    Ali o pai duvidou ainda mais. Porém, não conseguia encontrar uma resposta ao filho. Se dissesse que os humanos também, seria uma resposta estúpida, porque os humanos não são mesmo mágicos e até há quem duvida que sejam os mais inteligentes do planeta, à vista de como estão a conservar a natureza. Vou contar-te que a tua avó dizia que os seres mais mágicos são as árvores, mas isso tambén são contos.
    — Sinceramente, não o sei, filho —acabou reconhecendo o pai—. Os seres mágicos não existem. São coisa dos miúdos e tu já és um rapaz crescido, tens quinze anos, portanto não podes acreditar em fadas, ou duendes, ou gnomos.
    O rapaz viu o pai caminhar de volta à aldeia. Ele ficou ainda mais um momentinho onde estava, com a mão apoiada num velhíssimo castanheiro que ouvira toda a conversa.
    — A minha avó tinha razão —disse o rapaz à árvore—, vós sois os seres mais mágicos porque resultais invisíveis e inaudíveis aos olhos dos humanos.
    Depois, o rapaz abraçou a árvore. O velho castanheiro mexeu as canas sem brisa, como se sorrisse, e despediu-se do rapaz na linguagem silente das árvores, observando como o rapaz seguia os passos do pai.

Frantz Ferentz, 2014

Sem comentários: